ECO_Indicadores-1-e1403547541779O eleitorado jovem busca se informar cada vez mais de forma autônoma e pela internet. Não à toa, agora ele passa a ser o novo formador de opinião em sua família, principalmente no que diz respeito à classe média brasileira.

A análise de Renato Meirelles, presidente do Datapopular, registrada na reportagem “Jovens são formadores de opinião nas famílias de classe média“, só mostra que internet é meio imprescindível de diálogo entre candidatos e o eleitorado jovem.

Quando se trata então de um momento de decisão política, os candidatos precisam municiar suas campanhas de ferramentas  práticas pra transitar nesse espaço virtual e atingir a juventude, que usa da web para discutir as propostas de seus candidatos, mobilizar amigos e parentes para apoiarem candidaturas e disseminar materiais e informações de campanhas.

Assim, as campanhas eleitorais devem se debruçar sobre estratégias específicas utilizadas para envolver a juventude. E seja pela interação em redes sociais, disponibilização de materiais gráficos de apoio ao candidato para viralização nas redes ou mesmo abaixo-assinado de apoio a propostas de governo, candidatos e candidatas devem dar atenção efetiva ao uso dessas ferramentas.

Leia a reportagem completa em “Jovens são formadores de opinião nas famílias de classe média“.